Final do ano chegando, muitas empresas e empreendedores começam a se perguntar qual as tendências que surgem para o marketing em 2020 ser mais eficiente.

Neste aspecto, é muito importante ficar de olho nas novidades do mercado digital. Uma vez que, hoje, ele é um dos que mais crescem, certo?

Portanto, será por lá que grande parte das estratégias para desenvolvimento de empresas se dará, bem como, a sua competitividade.

Entender o que está por vir, é se antecipar ao mercado. Sai a frente, então, quem sempre enxerga a frente e busca inovar.

O que pode acontecer tanto na hospedagem de sites, como até mesmo, em uma nova forma de publicidade, confira!

Dicas Para Um Marketing Mais Eficiente Em 2020

A seguir, separamos para você dicas para o marketing em 2020 que irão se tornar tendência e que farão seu negócio se beneficiar muito de seu uso.

1. Experiência personalizada:

Oferecer aos leads e usuários de certa plataforma uma experiência personalizada não é algo novo, contudo, se torna ainda mais um foco.

Para o próximo ano, a tendência é investir na personalização com base na navegação. Ou seja, a fim de indicar aquele usuário conteúdos que ele possa gostar.

Sempre com base em seus padrões de engajamento e interação na internet para indicar conteúdos que sejam realmente relevantes.

Uma pesquisa realizada pela Accenture Interative mostra que 91% dos consumidores estão mais propensos a comprar com marcas que oferecem relevância em:

  • Conteúdos;
  • Ofertas.

Logo, busque utilizar essa estratégia em seu e-mail marketing tanto para oferecer conteúdos que irão aumentar o engajamento enquanto agrega valor.

Bem como, para oferecer descontos e promoções realmente válidas. Sendo assim, aquelas que oferecem uma verdadeira oportunidade ao lead.

2. Período de teste livre:

Essa será outra grande tendência de marketing com foco na atração e que é muito comum no mercado de hospedagem de sites.

Seguindo o crescimento digital e o número cada vez maior de sites. Muitas empresas de hosting e suas revendedoras irão oferecer um serviço de hospedagem de sites com 30 dias grátis.

A ideia é dar ao público a oportunidade de conhecer o serviço e testar sua qualidade antes de fechar algum tipo de contrato, com mínimas restrições.

Frente a isso, empresas com larga experiência nesse mercado, como a BQHost, já vem utilizando dessa estratégia. Pois ela é ótima para atrair e reter o público-alvo!

Um exemplo de sucesso nesse tipo de marketing são as corridas de graça ou com desconto oferecidas por empresas como a Uber.

Desse modo, basta identificar seu público-alvo e a melhor forma de se comunicar com eles. Para, em seguida, adaptar essa estratégia da melhor forma!

3. Podcast:

Nos últimos anos, temos visto a democratização cada vez maior dos diferentes estilos de conteúdos.

Antigamente os postblogs eram o principal estilo de consumo. Depois, vieram os vídeos no YouTube, imagens nas redes sociais e até os stories, mais recentemente.

Contudo, nesse último ano vimos o crescimento de algo que com certeza irá repercutir no marketing em 2020, que são os podcasts.

Produzidos para serem apenas ouvidos, sem imagens ou vídeos, esse são conteúdo muito versáteis. Uma vez que, podem ser facilmente ouvidos:

  • No trânsito;
  • Na academia;
  • Durante os afazeres domésticos;
  • Há até quem ouça nos intervalos do trabalho!

Portanto, acompanhar o crescimento desse mercado é muito importante caso o seu público-alvo se mostre um interessado nesse tipo de conteúdo.

Mas, espere um pouco. Apesar de o podcast ser um alvo, outros estilos de conteúdo em áudio também são válidos, tal como, a adaptação de textos em blogs para quem prefere ouvir a ler, invista também nessa ideia.

4. Análise de sentimentos:

Nunca ouviu falar sobre o assunto? Tudo bem, mas é importante estar de olho já que no marketing de 2020 ela estará cada vez mais presente.

“A análise de sentimentos refere-se ao uso de processamento de linguagem natural, análise de texto, linguística computacional e biometria para identificar sistematicamente, extrair, quantificar e estudar estados afetivos e informações subjetivas.” – Segundo a Wikipédia.

Essa estratégia de marketing de volta as reações do seu público-alvo através de comentários deixados em diferentes estilos de conteúdos.

No intuito de identificar se esta reação foi positiva ou negativa. Algo que se torna difícil analisar quando o nível de interação é alto.

Utilizando assim, a Inteligência Artificial com Machine Learning e PLN, a ideia é criar uma média através da reação/sentimento geral do seu público.

Para que então, você possa cada vez mais criar conteúdos de forma assertiva com base em suas opiniões e satisfação.

5. Busca visual:

Que uma imagem vale mais que mil palavras nós já estamos cansados de saber, não é mesmo?

Mas, você já imaginou como seria ser encontrado/localizado por elas? Pois bem, no marketing em 2020 a busca visual que trata exatamente sobre isso ficará ainda mais forte.

Esse é um recurso que cada vez mais se torna comum nos buscadores, você pode experimentá-lo no Google por exemplo. Através do qual, será possível pesquisar através de:

  • Imagens;
  • Printscreen.

Para chegar até determinado conteúdo, página de site ou vendas, e muito mais através da otimização por imagem que facilita a experiência do usuário.

“Mas porque exatamente isso é tão importante?”. Acontece que 90% das informações que são emitidas e absorvidas pelo nosso cérebro são em forma de imagem.

Além de um processamento mais rápido sobre esse aspecto visual, a inteligência artificial irá se validar deste para entender e indicar conteúdos relevantes.

Ou até mesmo, produtos semelhantes a algo que o usuário esteja buscando. Portanto, para o próximo ano esteja:

  • Mais atento as imagens usadas em seus conteúdos;
  • Garanta sua otimização com title tags.

Conclusão

Neste artigo, vimos um pouco mais sobre o que esperar do marketing em 2020 que vem apresentando tendências bastante inovadoras.

Algo muito importante para a democratização da informação e crescimento das empresas. Portanto, estude, aprenda e invista em estratégias que se adaptam ao seu:

  • Produto ou serviço;
  • Mercado/segmento;
  • Público-alvo.

De nada adianta investir nas melhores estratégias de marketing, se seu site se mantém instável ou lento, prejudicando seus resultados.

Gostou deste artigo? Então, deixe sua opinião nos comentários e compartilhe nas redes sociais.

Leia também: Como o marketing de conteúdo pode levar sua empresa a conquistar as primeiras posições do Google.

Artigo escrito por Web No Rio.