Criação de sites SP – todo brasil

O e-commerce brasileiro segue crescendo de maneira avassaladora a cada ano. Números expressivos foram registrados novamente em 2019, superando as marcas muito positivas do ano anterior. Somente nesta última edição da Black Friday foram registrados R$3,6 bilhões de faturamento em menos de 48h de vendas, de acordo com dados do Compre & Confie. O crescimento foi de 36% em relação ao mesmo período de 2018.

Não restam mais dúvidas sobre a realidade que se tornou o comércio eletrônico no país. São milhões e milhões de consumidores que hoje preferem uma compra online a buscar os produtos em lojas físicas. A expectativa é que esses índices sigam crescendo, dando oportunidades para mais lojistas, fornecedores e demais players envolvidos no universo do e-commerce. 

Mas não adianta surfar nessa onda de boas oportunidades sem um mínimo de preparo e planejamento. Centenas de lojas virtuais são lançadas todos os dias, e muitas delas não resistem por mais de um mês. 

Isso acontece por conta de alguma crise do mercado? Não, na grande maioria das vezes é pelo simples despreparo de quem acredita que o sucesso virá naturalmente. É preciso seguir alguns protocolos, se dedicar ao seu negócio e colocar a mão na massa para fazer dar certo.

Vamos conhecer agora 4 dicas que irão te ajudar a ter uma loja virtual de sucesso

 

  • Realização do planejamento

 

Pode parecer óbvio, mas por se tratar de um negócio online, muitas vezes mais informal e iniciado por empreendedores de primeira viagem, muita gente se esquece de planejar. Não basta ter disposição, alguns produtos e um pouco de conhecimento de marketing e de vendas. 

É preciso antes de tudo saber planejar. Colocar tudo no papel, analisar, pesquisar e compreender o mercado no qual você vai se aventurar. Ao tomar a decisão de empreender e criar sua própria loja virtual, você precisa estar preparado para responder algumas perguntas. 

O que eu vou vender? Para quem eu vou vender, quem é meu público-alvo? Quais as minhas metas e objetivos? Qual a minha capacidade de vendas, de entrega, de atendimento? Como vou divulgar a loja e meus produtos? Como vou fazer os produtos chegarem ao destino dentro do prazo?

Enfim, é impossível em apenas um tópico do artigo abordar tudo. Na verdade queremos apenas te dar dicas, como foi dito no início do texto. Temos certeza que acabamos de abrir novos pensamentos em sua mente, e isso irá facilitar no processo de planejamento e execução.

 

  • Definição da plataforma

 

Como primeira dica, uma das escolhas mais importantes para a definição dos seus objetivos no e-commerce é a busca pela plataforma ideal. Ela será a base para muitas das ações, dos objetivos e dos resultados que virão pela frente. 

Ao definir um planejamento sobre como você pretende que sua loja seja e sobre suas metas, você precisa pesquisar, conhecer e analisar com bastante atenção plataformas que ofereçam condições favoráveis dentro de tudo isso que você traçou.

Existem plataformas flexíveis, que oferecem mais facilidades para personalizações, outras possuem modelos mais fechados, existem ferramentas pagas, gratuitas, com mais ou menos recursos e integrações disponíveis. 

Se você quer ter uma loja mais informal, como um negócio complementar a outras atividades, você pode focar em plataformas gratuitas ou com planos mais baratos e que não ofereçam muitas vantagens. Mas se você tem objetivos maiores, é uma contradição evitar investimentos em ferramentas mais completas.

Não se esqueça disso, coloque todos os seus objetivos no papel como dissemos no primeiro tópico e busque pela plataforma que mais te ofereça condições de atingi-los. A plataforma é a base e estrutura para tudo que você fizer desse momento em diante, então não se concentre em buscar soluções gratuitas ou baratas, mas sim que façam sentido para os seus planos. 

 

  • Meios de divulgação

 

A próxima dica é a forma como você vai trabalhar a divulgação da sua loja. Sim, você planejou, escolheu a plataforma, já sabe o que quer e os caminhos para chegar lá. Agora vem um momento crucial que é escolher os meios de divulgação corretos para o perfil do seu negócio e realizar as ações com eficiência. 

Redes Sociais

É impossível falar em marketing digital e divulgação sem passar em primeiro lugar pelas redes sociais. É o que conecta pessoas do mundo inteiro, gera interação, engajamento e propicia a criação de afinidade com marcas e produtos. 

Sua loja precisa ter perfis nas redes sociais, principalmente no Facebook e Instagram, que são as mais populares do Brasil. Mas fique atento, estamos falando aqui de perfis profissionais, as duas mídias oferecem essa opção voltada para empresas. 

Por meio das redes sociais você amplia bastante o alcance de público mesmo com gastos baixos. É uma forma de comunicar suas novidades, destacar produtos e promoções, atrair potenciais consumidores para sua loja e interagir com seus clientes.

Google Ads

Todos os dias milhões de pessoas executam pesquisas no Google. Quem realiza um bom trabalho de SEO (que será abordado mais a frente) e disponibiliza recursos para investir no Google Ads, certamente vai ser encontrado por milhares de consumidores. 

Durante o planejamento, já tenha conhecimento da importância de destinar uma verba para os anúncios pagos do Google. Você tem várias possibilidades, com anúncios de texto na tradicional rede de pesquisas. Pode também criar anúncios com imagens atrativas na rede de displays, que envolve toda a cadeia de sites parceiros do Google.

Existem ainda os recursos de remarketing, para você atingir o público que já acessou o seu site e demonstrou ter algum interesse. É como se você não tivesse deixando aquele potencial cliente se esquecer da sua loja.

Investir no Google Ads é essencial nos dias de hoje. Não deixe essa estratégia de lado pois os ganhos para o seu negócio podem ser bem maiores que o investimento feito. 

E-mail marketing

O e-mail segue firme e forte contrariando diversas previsões que surgiram ao longo dos anos. É sim uma forma eficiente de se comunicar com seus leads e clientes. Basta utilizar a estratégia da maneira correta, sem exagerar na quantidade e sem conteúdos que mais se parecem com um SPAM.

E mais, é fundamental segmentar sua lista. Não dá pra enviar e-mails iguais para leads que ainda nem se tornaram clientes e para os clientes já efetivos de sua loja. E mesmo dentro da lista de clientes, você pode trabalhar com diferentes variáveis. 

Quanto mais bem direcionados forem seus e-mails, melhores serão os resultados. 

SEO

Complementando o que foi dito sobre o Google Ads, é importante que você não abandone o trabalho de SEO. Isso é o que vai garantir que sua loja apareça de maneira orgânica nas primeiras páginas das pesquisas realizadas pelos seus potenciais consumidores.

Falando ainda de maneira mais clara, é através do SEO que você vai aparecer no topo ou próximo sem a necessidade de pagar pelos anúncios e palavras-chave. Como esse é um trabalho gradativo e que deverá ser constante, o ideal no início é investir paralelamente nos anúncios pagos do Google Ads e no trabalho de SEO.

Uma forma de se destacar no SEO é fazendo um bom trabalho de blog, com a publicação de conteúdos relevantes de maneira periódica. Outra iniciativa é caprichar na descrição detalhada dos seus produtos. Você pode ser objetivo e destacar o que é mais importante na descrição resumida, mas não se limite a isso. 

Pode até dar um trabalho a mais, principalmente no início, mas será um diferencial da sua loja caso você ofereça esse conteúdo mais detalhado de todos os seus produtos. 

 

  • Escolha das formas de pagamento e envio

 

Chegamos na quarta e última dica deste artigo e que traz um assunto não menos importante que tudo que já abordamos até o momento. A forma como você vai receber os pagamentos, e que serão as opções oferecidas aos consumidores, assim como as formas de envio, poderão ser determinantes para o sucesso da sua loja. 

Basta nesse caso você se imaginar como consumidor, já que certamente você já realizou algumas compras online antes. Se as opções de pagamento oferecidas forem limitadas, com uma taxa de envio muito alta e um prazo de entrega no máximo razoável, você compraria nessa loja?

Pense nisso no momento de buscar bons fornecedores e parceiros para sua loja. Surgiram muitos players de pagamento no mercado, com tarifas e benefícios variados. Fique atento aos detalhes, pesquise bastante e faça contato para tentar negociar a melhor condição tanto para você quanto para seus clientes. 

Existem os intermediadores de pagamentos, os gateways de pagamento e ainda a integração direta com o adquirente. Não sabe o que é isso? Existem outros conteúdos que detalham melhor cada um deles para que você compreenda do que se trata. Só estamos te dando a dica para você saber que existem essas diferenças e você precisa considerá-las. 

O envio

Existem maneiras eficientes hoje de calcular frete, gerar etiquetas e por aí vai. Tudo que agiliza e facilita o seu trabalho no momento de enviar uma mercadoria é essencial para você ter prazos e custos melhores. 

Seja no uso dos Correios, como é o mais comum, ou mesmo por meio das Transportadoras, faça contato, busque se inteirar de todos os detalhes, condições e tarifas. Isso é parte essencial do seu negócio e você precisa conhecer mais a fundo. 

No caso dos Correios é possível fazer um contrato com eles que oferece algumas vantagens. Tudo isso será válido como benefício para você e seus clientes. 

Conclusão

 Iniciar um e-commerce requer atenção, muito planejamento e alguns cuidados que serão fundamentais para o sucesso ou fracasso do negócio. Se você seguir as dicas que demos neste artigo, você pelo menos terá uma base sólida para executar um bom trabalho em outras frentes.

Ter uma loja virtual é muito promissor e milhares de empreendedores estão se dando bem com isso. Mas não se engane em montar uma loja sem se preocupar com a plataforma, com seus preços, com sua divulgação, com as opções de pagamento e com a forma de envio. 

Leve cada um dos tópicos do texto em consideração, coloque a mão na massa e boa sorte!

Artigo escrito por Web No Rio.